fbpx

Finanças: Aprenda os termos técnicos mais utilizados no ramo financeiro

blogpost2

Conheça o significado dos termos técnicos mais utilizados no mercado financeiro.

Você pode até não gostar de matemática, finanças, nem números em si, mas é inegável a presença deles em seu dia-a-dia. Poderíamos enumerar vários momentos em que eles se fazem presente, mas apesar de todo este contato, a grande maioria das pessoas desconhece suas representações.

Assistir à uma notícia sobre a economia do país pode parecer difícil se você não possui conhecimento a respeito do mercado financeiro. Entendendo que esta pode ser a realidade de algumas pessoas, trouxemos um glossário com os principais termos utilizados na área de finanças.

Rentabilidade: Trata-se da capacidade de produzir rendimento. Esse rendimento é representado, normalmente, pelo percentual sobre o que foi investido, e não pelo valor numérico do dinheiro.

Renda Fixa: É uma modalidade de investimento para pessoas com o perfil mais conservador.

Renda variável: São investimentos onde sua rentabilidade é pouco ou nada previsível, geralmente possui um risco maior em relação aos investimentos de renda fixa e podem ser realizados através de bancos, corretoras ou fintechs.

Ações: Ações representam uma fração do capital social de uma empresa. Ao comprar uma ação o investidor se torna sócio da empresa, ou seja, de um negócio. Passa a correr os riscos deste negócio bem como participa dos lucros e prejuízos como qualquer empresário.

Alíquota: A alíquota é usada para calcular o valor final que uma pessoa ou empresa pagará de imposto. Ela é um percentual ou um valor fixo aplicado sobre uma quantia de dinheiro na hora de calcular diversos tipos de impostos.

Amortização: O termo “amortização” significa reduzir gradativamente uma dívida; abater parte dela em parcelas, ao longo do tempo. Dessa forma, a amortização do financiamento nada mais é do que o seu pagamento periódico, dentro do prazo previsto, com a finalidade de se reduzir o montante total da dívida.

Taxa Selic: A taxa Selic é uma referência para o custo das linhas de crédito em geral. Quando ela é elevada, a tendência é de que empréstimos e financiamentos fiquem mais caros – ou seja, que bancos e outras instituições financeiras cobrem juros mais altos nessas operações.

CDI: O CDI (Certificado de Depósito Interbancário) é um título de curtíssimo prazo emitido pelos bancos. Em algum grau, ele se assemelha ao CDB. Isso porque o CDI também é usado pelas instituições para captar recursos. Mas há uma diferença fundamental entre eles: o certificado interbancário não é oferecido diretamente aos investidores individuais. Como o próprio nome indica, ele serve para que os bancos emprestem e tomem recursos entre si de um dia para o outro. O CDI tem prazo de vencimento de um dia útil.

IGPM: IGPM é um indicador de preços auferido mensalmente usado para medir a inflação (aumento de preços) e é composto pela ponderação de 3 outros índices: IPA 60%, IPC 30% e INCC 10%. Ele é calculado por uma instituição privada: a Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Publicado por grupolis

Somos uma empresa que atua no segmento de Consultoria e Fomento Empresarial há mais de 20 anos. Isso nos possibilitou adquirir vasta experiência e capital intelectual para impulsionar os mais variados setores do mercado. Nossa missão é fazer um diagnóstico apurado das suas necessidades e oferecer as melhores soluções para seu negócio. Aqueles que já são nossos clientes sabem que nossa maior preocupação e empenho é ver sua empresa se tornar o melhor que ela pode ser, atingindo seu máximo potencial econômico.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: